• camila-medrado; apê-de-avós-modernos; casa-de-vó; decoração-para-idosos; apartamento-sofisticado
  • joão-panaggio; casa-de-campo-em petrópolis; casa-de-campo; materiais-naturais; casa-de-fim-de-semana
  • studio-lak; reforma-da-área-social; decoração-de-estilo-eclético; design-moderno-brasileiro
  • carolina-gava; campos-de-golfe; canto-alemão; passa-pratos; madeira-de-demolição
  • mareines-arquitetura; casa-onda; arquitetura-paramétrica; casa-na-pedra; casa-diferente
28 fev

Casa Floresta; a essência ressignificada

Projetos | Interiores Compartilhe no Whatsapp

Ela nasceu apenas "casa". Numa cidade pacata, num bairro tradicional e exibindo estilo de época, a "casa" viveu com dignidade. Envelheceu. E seria descartada, demolida, não fosse o projeto de reforma proposto pelo Estúdio Zargos e aceito pelos clientes. A casa renasceu; ganhou sobrenome. Foi batizada de Casa Floresta.

"Minha vida é esta: subir Bahia, descer Floresta", a frase cunhada pelo compositor Rômulo Paes sobre o Bairro Floresta, tradicional bairro surgido na construção de Belo Horizonte e onde moraram grandes nomes como Carlos Drummond de Andrade e Pedro Nava, reverbera. Com mais de 100 bens tombados e atualmente uma referência em arte, lazer e gastronomia, é lá que se encontra a Casa Floresta "ressuscitada" pelo Estúdio Zargos. "A Casa Floresta é a união entre passado e presente, o antigo e o novo; uma edificação outrora esquecida, ressurgindo com novos moradores em meio a um dos últimos redutos da capital mineira que, sem perder a elegância, traz o passado para o presente através de edificações centenárias "vestidas" de jovialidade" comemora Zargos, arquiteto e fundador do Estúdio que leva seu nome.

RENOVADA, SEM TRAIR A SUA ESSÊNCIA

A reforma completa desta casa resguardou a sua essência e os traços originais de época mantidos se uniram a novos materiais. A fachada singela preservada agora guarda segredos em concreto e madeira que se revelam apenas aos que são convidados a entrar. Impacto. A contemporaneidade conquistada está em sua ressignificação. O projeto de reforma do Estúdio Zargos transita com sensibilidade e apuro entre a preservação dos valores volumétricos - o âmago do estilo da casa original - e a austeridade dos materiais modernos.

"NO MEIO DO CAMINHO TINHA UMA CASA..."

Zargos conta que o primeiro desafio deste projeto foi reverter a demanda inicial do cliente de demolir completamente a edificação existente. E aqui eu abro um parêntesis para falar que tal querer é compreensível; afinal ter uma casa totalmente nova, projetada do zero, do jeito que a gente sempre sonhou é mais rápido e prático. Mas ainda bem que existem pessoas corajosas para propor e pessoas ainda mais corajosas para aceitar desafios e confiar.

E foi assim, desta contenda quando passado e futuro se confrontaram, que saíram três vencedores ( os donos, o Estúdio e a cidade), garantindo que as formas e proporções originais que atravessaram décadas, agora renovadas, continuem a nos contar a história de uma cidade acolhedora e receptiva que existiu e que, com projetos como este, tem tudo para continuar existindo. Vida longa à Casa Floresta.

P.S. A Casa Floresta ficou entre as 50 melhores casas de 2022 no Archdaily.

Fotos: Jomar Bragança

FICHA TÉCNICA

Área: 330m²

Projeto: Estúdio Zargos

Arquitetos: Zargos Rodrigues, Rodrigo Pereira, Frederico Rodrigues, Carla Deltreggia, Ika Okamoto, Letícia Armond, Nathalia Melo e Laís Parreiras

Ano: 2021

Localização: Belo Horizonte I MG I Brasil

Produção: Studio Tertúlia

Modelo: Carla Deltreggia

Fotos e drone: Jomar Bragança

Consultoria de patrimônio histórico: Nattalia Bom Conselho e Lorena Nilzete

Paisagismo: Rodrigo Pereira

Construção: Amarildo Felipe, Alexandre Bringhenti, Rubens Barcelos e Luciana Bringhenti

Consultoria civil: Qualis Engenharia

Estrutura: Moa Engenharia Instalações Prediais: Alexandre Bringhenti e Rubens Barcelos

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM