• amplio
  • templuz
  • casa-e-tinta
  • sumisura
  • o-pecado-dos-provadores
  • quarto-infantil-montessoriano
15 mar

De Luz e poesia

Garimpo

Ultra contemporânea, copiada em versões variadas e instalada em projetos descolados, a luminária Bulb não é nova. Foi projetada em 1966 pelo alemão Ingo Maurer e incluída três anos depois na coleção permanente de design do MoMA, em Nova York. Sua simplicidade elegante é seu ponto mais forte. Mas a importância da Bulb Lamp vai além das questões estéticas. Além de ter sido a primeira criação do estúdio de Maurer em Munique, o Design M, foi com essa lâmpada que o light designer, hoje um dos mais conhecidos e respeitados do mundo, fez sua estreia internacional. Ao longo das últimas quatro décadas, Ingo Maurer tem criado e produzido luminárias, objetos de luz e conceitos de iluminação que aliam um fazer artesanal a inovações técnicas e flerta com outras fronteiras, como a da moda, por exemplo. Desenvolveu junto com o estilista japonês Issey Miyake a série MaMo Nouchies, feita de papel de arroz plissado. Irreverente e provocativo, Ingo Maurer nos convida a olhar para além do senso do que comumente chamamos de iluminação.



Fotos: Tom Vack e Ingo Maurer GMBH Catalogue



VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM