• 5-itens-decor-para-comecar
  • 9-dicas-para-uma-cozinha-perfeita
  • como-aliviar-o-stress-de-maneira-rapida
  • boa-vista-sion; móveis-planejados; móveis-para-casa
  • casa-e-tintas
17 jun

O Que Estou Comprando Quando Contrato Um Arquiteto / Designer de Interiores?

Podcasts

DÊ PLAY: Muita gente fica em dúvida na hora de desembolsar para pagar um arquiteto. Acham caro e não sabem se vale a pena. Penso que parte dessa insegurança é pelo desconhecimento natural do que o trabalho desse profissional envolve. Então eu tirei essa semana para te explicar direitinho o que você está efetivamente comprando. Mas já te adianto que contratar um arquiteto, para mim, é um investimento que pode até gerar economia, mas vamos lá.

Existem várias maneiras de trabalhar, mas uma das mais comuns baseia-se em dois tipos de serviços vendidos: o projeto de arquitetura em si e o gerenciamento e administração da obra; e você pode contratar apenas um deles. Claro que nem todos escritórios trabalham assim, mas muitos já operam desse jeito que é uma forma de acompanhar o cliente do início ao fim da empreitada.

Continuando com a explicação do que você está pagando quando contrata um arquiteto eu começo pelo projeto; cujo valor inclui todo um processo que passa pelo briefing / anteprojeto / visita a lojas e fornecedores / e projeto executivo.

BRIEFING

O briefing, é primeira reunião onde você fala tudo o que quer do espaço. Entra aí também o levantamento que é a medição dos ambientes que, quando não existe planta e a construção é mais antiga, dá uma trabalheira danada. Nessa etapa já se separam as peças que serão aproveitadas, se houver.

ANTEPROJETO

Com essas informações o arquiteto faz o anteprojeto e te apresenta; que já é uma segunda reunião onde você vai ver a planta e as soluções que ele criou para você. Muitas vezes ele te apresenta também imagens em 3D que facilitam muito o entendimento da proposta e que também já servem para algumas definições de móveis, cores e revestimentos. Esse é o momento de questionar, trocar algum detalhe ou dar pau, se for o caso.

PROJETO EXECUTIVO

Com o anteprojeto aprovado, alguns profissionais acompanham o cliente às lojas e fornecedores para que eles vejam ao vivo e aprovem ou não o que foi especificado. E uma vez isso feito, gente, fica mais complicado mudar alguma coisa; pois o arquiteto agora irá desenvolver o projeto executivo com todos os desenhos técnicos como demolição / construção / paginação de piso e paredes / elétrico / hidráulico / iluminação e marcenaria; ou seja uma trabalheira danada que requer tempo, expertise e paciência que uma vez empregadas não dá para sair mudando. Pode até mudar, mas provavelmente terá um custo adicional.

Esses documentos todos que compõe o projeto executivo é que servirão de referência na obra evitando surpresas, retrabalho, desgastes e prejuízo.

ADMINISTRAÇÃO DA OBRA

Esse profissional muitas vezes oferece também, além do projeto, o gerenciamento e a administração da obra, que é uma mão na roda. Alguns profissionais já possuem uma equipe de fornecedores e prestadores de serviços de confiança composta por pedreiros, eletricistas, pintores, marceneiros, etc. O profissional irá contratar e gerenciar todo esse time para você; irá montar um cronograma de obra para facilitar a logística e não haver conflitos, vai conferir os materiais que chegam, o andamento dos serviços executados, compatibilizar plantas elétricas e hidráulicas, vai decidir com agilidade e resolver os imprevistos naturais que surgem. Ou seja, se você ainda tem dúvidas quanto ao trabalho desse profissional acho que esclareci e dá para você tirar suas próprias conclusões se vale a pena ou não.

Este podcast foi ao ar pela Rádio Alvorada 94.9 FM nos dias 18,19,20, 21/03 de 2019

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM