• camila-medrado; apê-de-avós-modernos; casa-de-vó; decoração-para-idosos; apartamento-sofisticado
  • joão-panaggio; casa-de-campo-em petrópolis; casa-de-campo; materiais-naturais; casa-de-fim-de-semana
  • studio-lak; reforma-da-área-social; decoração-de-estilo-eclético; design-moderno-brasileiro
  • carolina-gava; campos-de-golfe; canto-alemão; passa-pratos; madeira-de-demolição
  • mareines-arquitetura; casa-onda; arquitetura-paramétrica; casa-na-pedra; casa-diferente
22 jun

Em Belo Horizonte, um porto seguro

Projetos | Interiores | Podcasts Compartilhe no Whatsapp

Hoje eu te mostro um loft, elegante e descolado, que pertence a um casal que fez o caminho contrário de muita gente; decidiu morar na praia e passar férias na cidade; fazendo de Belo Horizonte o seu porto seguro.

Um casal, na faixa dos 50 anos, tem passado a maior parte do ano na Bahia, onde trabalha. É que os dois possuem pousada em Trancoso, mas queriam manter também um "pied-à-terre" em Belo Horizonte, MG, onde possuem raízes. Para isso compraram um loft duplex de 64m² com o objetivo de transformá-lo num ponto de apoio durante as férias que pretendem passar na Capital Mineira.

Apesar da metragem enxuta, esse loft deveria abrigar também generosos espaços onde pudessem armazenar e expor os muitos itens pessoais que possuem, com destaque para a expressiva coleção de obras de arte. Para esse desafio o arquiteto Júnior Piacesi, do escritório Piacesi Arquitetura, foi acionado.

"Por ser uma metragem enxuta, eles pediram que todo o projeto fosse pensado a partir das soluções de armazenamento", conta Junior Piacesi.

Assim, apostando numa obra rápida e inteligente para conseguir o máximo de armazenamento sem poluição visual e sem demolir paredes, o projeto proposto focou na transformação dos interiores através de soluções em marcenaria desenhadas pelo escritório. Conseguiu, assim otimizar e dividir os pequenos espaços do apartamento sem criar barreiras e garantir muitas áreas de armazenagem, a exemplo do guarda-roupa do quarto (que dá acesso ao banheiro), o extenso rack da sala e a "parede" de armários em frente à ilha de cocção da cozinha, que também funciona como mesa de jantar. Chamo atenção também para uma solução que adoro: o uso máximo das paredes como plataforma artística!

O projeto do Piacesi Arquitetura também tirou partido do perfil longitudinal da planta para criar um novo layout mais fluido e funcional, que também fizesse o espaço parecer mais amplo. "Priorizamos materiais simples e arrojados para criar ambientes contemporâneos e acolhedores, a exemplo do tijolinho branco, que reveste a parede principal. Já o piso em porcelanato cinza e o teto em laje nervurada já existiam e resolvemos mantê-los", explica o arquiteto.

DECOR INDUSTRIAL E ARES DE GALERIA

No geral, a decoração adotou um estilo industrial, com base em tons sóbrios de preto, branco e cinza, e foi montada a partir dos móveis, objetos e obras de arte que já faziam parte do acervo pessoal dos clientes, com exceção do sofá, que foi comprado, e da cama de casal, que foi desenhada pelo marceneiro com a cabeceira estofada com uma lona antiga, de aspecto detonado, que os próprios clientes trouxeram da Bahia.

"Nosso maior desafio neste trabalho foi o prazo apertado para executar o projeto, pois os clientes queriam entregar logo o apartamento alugado que mantinham em BH", finaliza o arquiteto Júnior Piacesi.

Para ouvir meu podcast Decor e Arte na Rádio Alvorada, clique aqui.

Fotos: Daniel Mansur

FICHA TÉCNICA

Projeto: Arquiteto Júnior Piacesi

Escritório: Piacesi Arquitetura

Tipo de imóvel: Apartamento duplex

Área: 64m²

Tempo total (elaboração,execução, decoração): 7 meses

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM
                     

 

 

INSTAGRAM
   Follow Me    ESTAMOS AQUI TAMBÉM